PRIMEIRO SEGREDO

Se eu quero...

Hoje, antes da luz acabar, preciso escrever. 

A vida é feita de momentos simples e essenciais para  nos manter sorrindo. Passei uma semana num paraíso, sem lembrar de trânsito, obrigações, caos de grande cidade. Cada vez que vamos para estes passeios em família fazemos planos para nos mudarmos para um destes paraísos.

Me peguei pensando: “ah, se eu pudesse… mas não posso.” Quase imediatamente corrigi: “se eu realmente quiser, eu posso.” 

Me peguei conversando com meu filho de 11 anos – para quem não existe diferença entre querer e poder – sobre alugar meu apartamento em SP para alugarmos algum canto em Arraial do Cabo e experimentarmos para ver se daria certo. Ele já estava listando o que precisávamos ver: escola para ele, moradia, trabalho como acupunturista para eu e o pai… tudo muito prático e bem pouco sonhador.

Qual a diferença entre este “sonhar” e concretizar a ideia? Ações. Se eu realmente quiser, eu posso: consultar preços de casas de aluguel; ver se há espaço para acupunturista e gente que me indique o trabalho; ver escolas para meu filho; colocar meu apartamento para alugar… a pergunta é: eu quero mesmo?

Para tudo o que fazemos na vida esta é a pergunta de um milhão. É ela que nos faz dar novos passos, nos arriscar, nos jogar de cabeça em situações desconhecidas. Quando respondemos esta pergunta colocamos na balança tudo o que nos encanta e tudo que nos desanima no nosso processo de vida.

Quem sabe daqui a algum tempo eu esteja escrevendo para vocês com uma bela paisagem à minha frente, como a casa em que eu morava em sonhos: toda envidraçada, no meio de uma montanha, vendo árvores me circundando assim que eu acordava. 

Sonhar é preciso. Se eu quiser, eu posso.




Curso Ler, Meditar e se Amar
Contém o e-book com exercícios "5 Passos para ser Feliz -superando a Síndrome do Ninho Vazio e outras crises da meia idade" + 7 audios de meditação + 3 bônus!

Talvez você se interesse em ler:

Saudade não! (ou como lidar com a saída dos filhos de casa)
Quando era pequena, eu usava a expressão “minha filha” para ela. Era emburrada, não sorria...
Estar verdadeiramente apaixonada
Estou apaixonada novamente. É fato. Percebi pois não conseguia fazer nada prático, não tin...
Como lidar com o passado?
Você já parou para pensar em quanto tempo se perde revivendo eventos passados, voltando a...
A dor de Dora e uma partida
Já faziam dois dias que Dora tinha voltado da acupunturista, e não conseguia esquecer do q...
Nada, nem ninguém, podem tirar de você a vontade de viver
Leia as frases abaixo. Responda para mim, para cada frase: quem ou o que é o causador da v...
PRIMEIRO SEGREDO
Endereço: São Paulo / SP
Telefone: 11- 98175-3478
© 2017 | Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido e Hospedado por Programa Afiliado Sussa

Termos de Uso


Politica de Privacidade


FAQ WebMail Administrativo