PRIMEIRO SEGREDO

Meus heróis vão ao banheiro

Pode parecer estranho, mas sempre que leio uma boa história ou assisto a um bom filme, penso: por que os personagens nunca vão ao banheiro? São sexys, são rápidos, são inteligentes, mas não soltam pum, não tem piriri, não ficam apertados com vontade de fazer xixi.

Heróis perfeitos e irreais

Os heróis das histórias são tão perfeitos que os excretas devem sair pelo suor – perfumado. As heroínas, até fugindo de dinossauro no parque da Juraci, correm de salto alto e saia justa branca. O dinossauro urra na cara deles e ninguém faz cocô nas calças. Isto sem contar outras faltas fisiológicas. Mulher não menstrua, por exemplo, mesmo estando largada no deserto por um semestre e não tem pelo na axila, no rosto, nas pernas…

Eu adoraria engolir uma pílula de herói. Em um segundo me tornaria a pessoa mais interessante das redondezas, e ainda não teria que pensar em ir ao banheiro ou à depilação, sem contar que me livraria de cólicas mensais insuportáveis.

Meus heróis do dia a dia

Meus heróis são pais que tem piriri quando o chefe os chama na sala para conversar, pensando que podem perder o emprego; são mães que tem intestino preso e são um saco de pum, por trabalharem o dia inteiro para levarem o sustento para os filhos.

Alguns heróis  que conheço fazem piada se soltarem um pum em público, porque a idade já lhes ensinou que “tem mais espaço fora do que dentro”. Também se fizerem xixi nas calças de rir, vão rir mais ainda, porque “ficar velho é uma merda.”

Muitos heróis não tem sorriso “colgate”. Lhes faltam dentes, a ponte caiu, porque no afã de cuidar dos outros, esqueceram-se de si mesmos. Estes, imagino, leem no banheiro fazendo o "número dois", porque é o único lugar que tem privacidade.

Outros falam pouco, porque estão cansados demais até para emitir opinião. Quando deitam na cama roncam alto, alardeando a exaustão. O cônjuge nem reclama, porque também ronca ao lado, numa polifonia singular.

Meus heróis tem medos, tem vergonhas, tem anseios. Tem espinhas, tem coceiras, tem cheirinho de suor. Eles não povoam o imaginário de ninguém, não estreiam filmes, não fazem novelas. Eles lotam ônibus, vagões de trem, dividem carona com amigos, saem com o coração apertado por deixarem os filhos na mão de alguém para cuidar, vão fazer tratamentos invasivos para continuarem a viver. Meus heróis  são de carne e osso, comem e riem, e sim.

E vão ao banheiro.

 




Curso Ler, Meditar e se Amar
Contém o e-book com exercícios "5 Passos para ser Feliz -superando a Síndrome do Ninho Vazio e outras crises da meia idade" + 7 audios de meditação + 3 bônus!

Talvez você se interesse em ler:

As crianças crescem e saem de casa - olhando por outro ângulo - parte 3
Venho tratando nesta série de artigos sobre o momento em que os jovens saem de casa, e o...
Se eu quero...
Hoje, antes da luz acabar, preciso escrever. A vida é feita de momentos simples e ess...
Querelas: relacionamentos
Tudo parecia tranquilo no pequeno apartamento. Silvia tinha acabado de fazer uma pequena s...
Novos passos
Muitas vezes só realizamos grandes mudanças em nossas vidas quando algum fato muito grave...
Autoconfiança e os fracassos
Autoconfiança é uma palavra que anda na boca do povo. Mas quando pergunto, as pessoas pouc...
PRIMEIRO SEGREDO
Endereço: São Paulo / SP
Telefone: 11- 98175-3478
© 2017 | Todos os Direitos Reservados.
Desenvolvido e Hospedado por Programa Afiliado Sussa

Termos de Uso


Politica de Privacidade


FAQ WebMail Administrativo